Muitos parceiros se perguntam como fazer com que a mulher alcance o orgasmo feminino. Há muitos mitos e verdades sobre o tema, e o principal deles é o famoso Ponto G. Pode parecer mentira, mas ele existe e faz parte da anatomia feminina.

A letra G do Ponto G se refere ao sobrenome do ginecologista alemão Ernst Gräfenberg, primeiro médico a criar uma hipótese sobre essa zona erógena. Muitos cientistas alegam que tal região não existe. Uma pesquisa de 2012 do Instituto de Ginecologia de São Petersburgo revelou que o Ponto G existe, sim, e que está localizado na parede frontal da vagina.

A região é muito pequena e sensível, por isso ela é essencial para que a mulher encontre prazer. E nada de pressa, as preliminares são muito importantes para que você e seu parceiro encontrem o Ponto G juntos.

É mais fácil achar o seu Ponto G quando você estiver excitada, já que ele se dilata nessa situação. Você e seu parceiro podem ser bem criativos nessa hora: beijos, carícias, apertos, vale de tudo. Outro fator que facilita o prazer é a intimidade entre o casal. Conversem sobre sexo e conte para o seu parceiro o que você gosta e o que não gosta na cama.

Por ser uma parte do corpo feminino tão importante, encontrem o Ponto G em um lugar especial. As suítes do Motel Le Nouage oferecem o conforto, a discrição e o clima romântico a para isso.

Confira mais dicas do Motel Le Nouage:
Como continuar a apimentar a relação
Anime sua relação sexual
Como agradar um homem na cama