A ideia de traição que temos atualmente é um conjunto de várias crenças comuns, nem todas elas verdade. Alguns mitos permeiam este tema que sempre suscita debates e diferentes opiniões.

Pensando em esclarecer alguns destes mitos, o Motel Le Nouage se baseou em um artigo do portal Mulher Uol para selecionar algumas inverdades muito propagadas quando o assunto é traição. Confira!

Mito 1: Mulher só trai quando está apaixonada

Há uma falsa ideia em nossa cultura de que quem trai por diversão, insatisfação ou para colocar mais emoção na vida é o homem; a mulher, quando trai, é porque se apaixonou. Na verdade, ambos os sexos podem trair por diferentes motivos, embora a traição masculina seja mais comum.

Mito 2: Quem ama de verdade não trai

Nem sempre traição significa falta de amor. Pessoas que traem amando geralmente são aquelas que conseguem diferenciar mais facilmente amor de sexo. Elas sentem desejo por outras pessoas, o que não necessariamente envolve sentimentos mais profundos.

Mito 3: A traição destrói a confiança para sempre

É verdade que a traição é um duro golpe na confiança, mas ela não precisa significar o fim de um relacionamento. Tudo vai depender dos sentimentos do casal um pelo outro e nas circunstâncias em que se deu a traição. Com muita conversa e aos poucos, é possível que a confiança retorne.

Mito 4: Amante é sempre melhor de cama

Muitas vezes, ao se trair, se tem a sensação de que o sexo é melhor do que com o parceiro. Mas é mentira que o amante vai ser sempre melhor de cama. Geralmente, essa sensação se dá devido às circunstâncias da traição: a emoção do risco, a falta de compromisso e a não rotina do par são alguns exemplos.

Mito 5: Todo homem, uma hora ou outra, vai trair

Esta é uma crença baseada no fato de que os homens traem mais do que as mulheres, porque diferenciam mais facilmente sexo de amor. Mas só este fator não é suficiente para que se afirme que todos os homens vão trair em algum momento do relacionamento. Além de ser uma afirmação preconceituosa e machista, não condiz com a realidade, já que muitos homens são fieis e permanecem fieis por toda a vida.