A falta de orgasmo é associada, por muitos, com a frigidez. Mas isso não deve ser confundido, já que a frigidez é a ausência do desejo sexual. Ou seja, a mulher que sofre com a frigidez não tem vontade de fazer sexo, e por isso, não chega ao orgasmo.

Dicas para chegar lá:

Converse com o seu parceiro
Converse abertamente com o seu parceiro sobre esta dificuldade e o seu desejo de atingir o orgasmo. Discuta sobre o que ele gosta e sobre o que você gosta para aplicarem isso na cama.

Conhecer o corpo
Procure conhecer o seu próprio corpo e tocá-lo. Quais os pontos que você sente prazer? Como você conseguiria ter mais prazer? Estimule esses pontos durante a relação. Incentive seu parceiro a fazer o mesmo.

Clima
Crie um clima diferente na hora do sexo. Vá a um lugar que vocês nunca foram, use velas, flores, compre brinquedinhos. O ambiente pode tornar você mais excitada.

Preliminares
Não se prenda só ao orgasmo, aproveite as preliminares. A masturbação feminina auxilia muito o processo de lubrificação vaginal e a excitação.

Desinibição
Se solte na cama. Fale o que você deseja na hora do sexo. Deixe que seu parceiro explore o seu corpo. Essa intimidade auxiliará você.

Relaxamento
Esqueça os problemas e aproveite o momento. Limpe a sua mente de preocupações e foque no prazer. Relaxe.

Como reconhecer que você teve um orgasmo?
- Contrações involuntárias da plataforma orgástica (parte externa da vagina);
- O clitóris fica ereto e sensível ao toque;
- Os lábios vaginais ficam inchados e podem ficar mais escuros;
- A respiração, a pressão sanguínea e os batimentos cardíacos aumentam;
- Perde-se o controle muscular voluntário, podendo ocorrer diversas contrações de músculos, do rosto, braços e pernas; - Segundos depois do orgasmo, pode aparecer uma sensação de relaxamento e tranquilidade.

Especialista
Caso todas essas dicas não resolvam o seu problema, procure um especialista para te acompanhar e orientar.