Uma coisa é fato: a estrutura de todos os pênis é composta por base, corpo e glande. Entretanto, mesmo em meio a essas semelhanças, cada pênis tem formato e característica únicas que você (homem ou mulher) PRECISA conhecer.

Quando assunto é o tamanho do pênis, em geral, considera-se “normal” em nosso país, aqueles entre 13,1 e 15,5 cm, em média. Já o calibre é cerca de 11,6, quando ereto. No entanto, a diferença entre os pênis vai muito além dessas questões.

Alguns são mais curtos, outros mais compridos. São finos ou grossos e ainda têm aqueles com curvas e os retos. Embora, de acordo com os padrões estabelecidos, o pênis deva ser grande e grosso, a verdade é que há gosto para tudo e o prazer vai estar muito associado ao encaixe entre o pênis e a vagina, afinal, até as vaginas se diferem.


É curioso, mas há tanta variedade que o órgão masculino passou a ser comparado com banana, cogumelo, berinjela, cenoura, pepino e por aí vai para facilitar a identificação das características. Há, basicamente, quatro tipos de pênis.

1 – Pênis Tipo Reto

Comumente comparado a um pepino, esse tipo de pênis tem o mesmo formato da base até a glande, não há angulações. Esse formato pode variar entre fino e menor ou mais grosso e maior.
Se for mais fino, chamado vulgarmente de “pênis régua”, a dica é apostar em técnicas de pompoarismo para que a mulher tenha mais controle vaginal e consiga deixá-lo mais estreito, “apertando” o pênis durante o ato.
Se for mais grosso, pode ser chamado de bastão, por ser grande e imponente. Apesar de ser o formato mais desejado, o pênis bastão pode não só causa prazer, mas também muita dor, dependendo do tamanho do canal vaginal da parceira. Por isso, a recomendação é ir devagar para experimentar o que é melhor para ambos (de ladinho, por cima e de costas, de quatro, etc.).

2 – Pênis com base maior e glande estreita

Esse pênis pode ser mais grosso na base e mais estreito em direção à glande, apresentando, muitas vezes, um formato de cone. O sexo com esse tipo de pênis costuma agradar algumas mulheres em posições específicas, já que a intensidade da penetração aumenta quando o homem “vai fundo”.

3 – Pênis com base menos larga do que a glande

Neste tipo de pênis, a base é mais fina e a glande é mais grossa, por isso, comparam com o formato de berinjela. Costuma ser muito bem-visto, afinal, a penetração não incomoda, nem machuca. Nesse caso, a dica é se atentar ao sexo oral, pois vai exigir algumas habilidades específicas de quem está fazendo para evitar machucar o pênis com os dentes.

4 – Pênis tipo curvado

Esse tipo de pênis é associado ao formato de uma banana, no entanto, há muitas variações, pois a curvatura pode ser para cima (“nas alturas”), para baixo (“bumerangue”) ou para os lados (“curvas perigosas”). O casal pode explorar a anatomia deste tipo de pinto para investir em posições que favoreçam a estimulação do ponto G. Se o pênis é bumerangue, por exemplo, aposte na posição de quatro.

Pois é, quem diz que todo pênis é igual está completamente enganado. Variedade é o que não falta, mas agora que você já conhece os principais, ficou muito mais fácil identificar quais posições investir com seu parceiro, certo? Então está na hora de praticar!
Desfrute a magia do Motel Le Nouage e, além da variedade de suítes, aproveite o menu diversificado com deliciosos pratos da cozinha clássica e contemporânea. Tudo no Motel Le Nouage é feito para que você, cliente, sinta o carinho e o cuidado que nós temos em cada detalhe. Nossas suítes são temáticas, confortáveis, com acessórios excitantes e elementos que te ajudam a relaxar para uma noite de sexo inesquecível. Para dúvidas e informações, entre em contato conosco.